domingo, 15 de agosto de 2010

SONHOS PARALELOS – MÃE- * - LETÍCIA DA ROSA- *





Menina sonhadora e bonita
Esperava seu príncipe encantado
Sonho pequeno, que acalentava
Um amor grandioso encontrava.


Em sua juventude e vaidade
Pensou que se sonho realizara
Em vez de versos e flores
Uma menina, em seus braços, embalava.


Da boneca para a filha, foi um salto
Não sabia o que fazer com tudo isto
Queria sonhar, dançar, amar
E só realidade encontrava.


O tempo passou, passou, e lá se foram
Os sonhos, os versos e as canções
Agora é uma mãe rodeada
De filhos, problemas e aflições.


A vida foi mais longe ainda
Seu cabelo branqueou, sua face cansou
Desenganos, lamentos, desencantos mil
Sua mais linda canção calou!


Hoje é Mãe sábia, Vó querida
Sua sabedoria dos dá alento
Sua mão cansada nos acaricia
Sua voz, tão doce, nos acalenta!




LETÍCIA DA ROSA
CASA DO POETA BRASILEIRO-CASSINO-RIO GRANDE


SONHEI CONTIGO MINHA MÃE- * - JOSÉ PAULO NOBRE-*



Uma noite, sonhei contigo...
tu me estendias um véu
chamando teu filho querido
para ir te ver aí, no céu...


Comecei a lenta escalada
mas, então, me detiveste
interrompendo minha jornada,
porque era cedo, disseste...


Rever-te, é o auguro
e, disso, não tenho receio...
Querida Mãe, eu te juro
por tudo no que mais creio...


Na saudade eu me enrolo
e, assim, preparando estou...
Para retornar ao teu colo,
quando chamares, EU VOU!...




JOSÉ PAULO NOBRE
MEMBRO da ACADEMIA RIO GRANDINA DE LETRAS.
MEMBRO FUNDADORda CASA DO POETA BRASILEIRO-
CASSINO-RIO GRANDE









SER MÃE- * - IRACEMA RODRIGUES KUCHARSKI-*






Ser mãe é dar a vida,
é dar amor.
Viver para os seus filhos(as).
É ficar preocupada quando seu filho está para chegar,
chega tarde , ou está doente.
É ficar feliz quando seu filho está perto.
É conversar , compreender, aconselhar , e apoiar.
É rezar todos os dias, para que seu filho
tenha saúde, sucesso e progresso.
E que consiga realizar todos os seus sonhos,
E consiga ser feliz.




IRACEMA RODRIGUES KUCHARSKI
CASA DO POETA BRASILEIRO-CASSINO-RIO GRANDE
GRUPO DE POETAS LIVRES GIRASSOL.


SALVE O DIA DAS MÃES- * - JOSÉ PAULO NOBRE- *



 Mães são as divinas florescências
que fazem tão belo nosso universo...
Elas estão nas mais ricas essências
e, também, no mais humilde verso...


Mães são ancoradouros estelares;
vibrações de Paz em meio à guerra...
são anjos que Deus desceu dos ares
para, de amor, inundarem a terra...


Mães, sãs as vertentes de esplendor
que os filhos iluminam sorridentes;
são brasas de sacrifícios e de amor
que se mantém acesas para sempre...

Mães, são toda a força e o alento
que aos seus filhos proporcionarão,
além da coragem, o discernimento
para que superem qualquer questão...


Mães, são luzes na intensa vigília...
são as lutas, os sobressaltos, a dor
redimensionando sua bendita trilha...
vida dando vida, amor sendo amor...






JOSÉ PAULO NOBRE
MEMBRO DA ACADEMIA RIO GRANDINA DE LETRAS.
MEMBRO DA CASA DO POETA BRASILEIRO-CASSINO-RIO GRANDE



PEDAÇOS D'ALMA - * - GOLBERY CHAPLIN - *




Á minha mãe
Mãe, deste-me a luz, um dia,
e meus vagidos eram teu encanto;
amamentavas-me e de ti jorrava vida
e em teu colo me aquentavas
como se fora fofo manto.


Hoje te venero como uma Santa querida
que inda me guarda como um anjo em seu regaço;
não poderei dar-te mil beijos
que de tanto és merecida,


mas da minh'alma terás farto pedaço!




GOLBERY CHAPLIN
CASA DO POETA BRASILEIRO- CASSINO - RIO GRANDE 


OBRIGADO MAMÃE- * CARLOS HENRIQUE CANARY-*





Por nove meses
Ocupei teu ventre,
Usando teu corpo
Para formar o meu...


Repartiste comigo
Teu próprio sangue,
Que nutriu meus órgãos
Para que eu pudesse viver...


Suportaste muitas dores,
Ao me ajudar a nascer
Me envolveste em teus braços,
E usando teu seio,


Alimentaste meu ser...
Perdeste noites de sono,
Madrugadas sem fim,
E no calor do teu colo
Enquanto eu dormia,
Cantavas pra mim...


Minhas primeiras palavras
Contigo aprendi,
Em meus primeiros passos,
Me estendeste teus braços,
Quando medo eu senti...


O tempo passou...
Eu cresci...
Muita coisa mudou,
Tanto em mim quanto em ti...


Porém, quero que saibas,
Do orgulho que tenho
De ser teu filho,
Do quanto te amo, Mamãe querida,
Obrigado por tudo,
E por me ter dado a vida!




Carlos Henrique Canary
CASA DO POETA BRASILEIRO-CASSINO-RIO GRANDE-RS















MULHER GIGANTE- * - MARIA ISLAIR DUARTE LAGES- *





Ás vezes desperto em noite alta,
Sentindo tanto, tanto a tua falta.
Querendo o teu aconchego, o teu abrigo,
E te juro que feliz novamente eu suportaria,
Puxões de orelhas, vara de marmelo, mil castigos,
Quando tentavas dominar a minha teimosia.
Derramando em lágrimas minhas emoções,
No silêncio das minhas orações.
Eu te presto uma homenagem a cada dia,
Ao retornar a nossa casa antiga,
Com a alma convulsa e o olhar sombrio,


Por não ver mais tua presença amiga,
Ora agitada ora tão mansa.
Pois teu trono de rainha está vazio.
Ao sobressalto minha alma se agita,
E me transformo naquela frágil criança,
Junto a ti minha mãe, mulher gigante tão bonita.
Estendo os braços e meu abraço não te alcança,
Pois nos separa a muralha eternidade.
Eu só te encontro numa nuvem de lembranças,
Envolta no branco véu de uma saudade.


MARIA ISLAIR DUARTE LAGES
CASA DO POETA BRASILEIRO-CASSINO-RIO GRANDE
GRUPO DE POETAS LIVRES GIRASSOL.




 

MEUS FILHOS... * - LEINECY PEREIRA DORNELES- *






Quero ser chamada,
de mãe, amiga e companheira.
Ouvir a música de vossas vozes,
jamais igualadas...
E saber, que no mundo,
nunca estarei só,
Ou que ele será pequeno ou tristonho.
Pois o meu mundo,
será alegre...
Que não trocarei,
nem mesmo, pelo mais lindo sonho.
Porque neste meu mundo,
vós estareis também.
Num mundo de esperança...
ESPERANÇA de quem ama seus filhos,
mas não lhes impõem seus sentimentos...
ESPERANÇA de quem se esforça,
para que seus filhos cresçam,
porém, não querendo,
torná-los iguais a si.
ESPERANÇA de quem quer,
que seus filhos sejam eles mesmos,
seguindo o caminho,
com seus próprios pés.
ESPERANÇA, de quem se considera
FELIZ, REALIZADA e SONHADORA,
pois tem filhos,
filhos maravilhosos,
que não são seus filhos,
são do mundo,
mas sabendo de tudo isto,
se amam demais.


LEINECY PEREIRA DORNELES
Membro da Academia Rio Grandina de Letras
Fundadora e 1ª. Presidente da Casa do Poeta Brasileiro-
Cassino-Rio Grande

MAIOR ENCANTO- * JOSÉ PAULO NOBRE - *








Olhai na beira e no centro dos lixões
nos mil barracos miseráveis de periferia;
sob pontes por invernos e por verões,
na mais dolorosa e desesperada Poesia...


Olhai mais adiante, noutras imensidões...
a angústia resignada da pobreza espia...
são dezenas, são centenas, são milhões
no vem e vai da vida, todo santo dia...


E, mesmo assim, ainda haverá espaços
onde Mães terão seus filhos nos braços
e uma canção de ninar vertida em solo...

Nem desesperança, nem fome ou pranto
pois não existe nada de Maior Encanto
do que uma Mãe com o filho no colo!!...










JOSÉ PAULO NOBRE
Membro da Academia Rio-Grandina de Letras
Membro Fundador da Casa do Poeta Brasileiro
Cassino-Rio Grande


MÃES ESPECIAIS - * - LETÍCIA DA ROSA - *


O sol se põe resplandecente
Na lagoa, sua luz, dourada
Comemora, mais um entardecer
Neste dia, tão especial.


Mais uma vez, estamos juntos
Para trocar muito amor
É a poesia no entardecer
A nos presentear muito calor.


Hoje mais um encontro especial
Juntos comemorarmos: Duas Mães
A nossa querida, que nos gerou.
A nossa cultura, que nos elevou.


Mãe: Poesia e Cultura
Sentimentos tão essenciais
Fazem-nos, acreditar na vida
Fazem-nos, seres especiais.




LETÍCIA DA ROSA
CASA DO POETA BRASILEIRO-CASSINO-RIO GRANDE

MÃE- * WILSON ROSA DA FONSECA-*






Mãe, luz que nos ilumina,
na hora de nossa dor,
nosso cobertor quando frio,
nosso leque se faz calor.

Sempre pronta a nos acolher,
com carinho, ternura e amor.
Mãe, bálsamo de vida e ardor,
espalhando seu grande amor,
onde, às vezes, é esquecida,
mas com bondade e calada,
perdoa os filhos que partem,
deixando em seu peito, saudade.


Mãe, cresci e fui para a noite,
a buscar prazeres e aventuras.
Quantas vezes não liguei para ti.
Ficavas sempre a esperar-me,
nas frias madrugadas, até eu voltar,
sem ao menos um sono conseguir tirar.


Dia das Mães! É o dia da bondade,
em que por todos os filhos é lembrada,
não importa se vive pertinho...
ou se já vive na eternidade...

Mãe! Purificada no amor de Deus,
onde estiveres, que seja de felicidade.


WILSON ROSA DA FONSECA
Membro da Academia Rio-Grandina de Letras.
Membro da Casa do Poeta Brasileiro-Cassino-Rio Grande.
Grupo de Poetas Livres Girassol.

MÃE - * - MAURECY F. GARCIA - *



 Mãe és o pêndulo no relógio da minha existência.
Para mim, és Santa, és pureza, és a beleza da flor.
Mãe que com carinho cria os filhos bem-vindos,
deixando-os aptos a enfrentarem os obstáculos que no futuro advirão.
Mãe, que pela face rolam lágrimas de angústia,
ao ver o bebê enfermo, febril.
Mãe que muitas das vezes renuncia os prazeres,
as alegrias que a vida nos oferece, para se dedicar, de corpo e alma aos filhos amados.


Mãe que ao simples choramingar do seu anjinho,
toma-o em seus braços aconchegantes, encostando-os ao peito
e com ternura o embala acalentando-o com cânticos de amor,
até que não chore mais e adormeça.


Ser mãe é missão celestial.
Celestial porque é a mulher agraciada pelo Criador,
na dádiva divina de amar o pedaço do seu ser, mesmo antes de nascer.
Glorificadas sejam todas as mães.
Mesmo aquelas que adotam o filho que não as foi permitido ter.
Que as mães não sejam lembradas em só um dia,
mas sim cada segundo, a cada minuto, a cada hora, a cada dia do ano.


Perdoai Pai!
As que não quiseram aceitar
a divina e sublime missão de ser
MÃE.






MAURECY F. GARCIA
CASA DO POETA BRASILEIRO-CASSINO-RIO GRANDE 

 


MAMÃE É LEGAL - * - IRACEMA RODRIGUES KUCHARSKI - *






Mamãe é legal por que me deu a vida.
Educou-me e criou a mim e aos meus irmãos.
Ensinou-me a amar,
a Deus sobre todas as coisas.
Ensinou-me a religião,
ensinou-me a amar,
o meu próximo e a perdoar.
A ser humilde, generosa, honesta,
E acima de tudo responsável.
Mamãe me criou para
O mundo, para a vida,
E para ser feliz.




IRACEMA RODRIGUES KUCHARSKI
Casa do Poeta Brasileiro Cassino-Rio Grande.
Grupo de Poetas Livre Girassol.


Mãe * - LÍVIA CARLA SOARES - *




Universo de mãe
É um espaço diferente
Onde só uma entende
O que a outra mãe sente...


Reino de mãe
É um abençoado lugar
Onde o castelo encantado
É o que elas chamam de lar


Força de mãe
Não se aprende em teoria
São leoas sempre prontas
A defender sua cria


Coração de mãe
Não tem jeito, sempre cabe mais um
Mais dois, mais três e assim vai
Avoluma-se, se agiganta sempre de modo incomum

Emoção de mãe
Não se explica, é sentimento sem par
Por vezes chora de alegria
Noutras sorri, querendo chorar


Amor de mãe
É pleno, infinito, exagerado
É tanto, que sem titubear daria
A própria vida pelo filho amado!



Lívia Carla Soares-
CASA DO POETA BRASILEIRO-CASSINO-RIO GRANDE


MÃE... * - FLÁVIA FREITAS - *





Majestosa flor
Que em essência
Despeja amor
Mãe... maravilhosa
rosa

Que nove meses em seu ventre
Abriga seus felinos botões,
Sem temer os espinhos.

Mãe...que
esquece a dor do parto
E com lágrimas de felicidade


Encanta, cantando canções
De ninar para que aquele Querubim,
em seus braços adormeça.


Mãe formosa mulher
De braços acolhedores,
De seios despidos,
De prazeres distribuídos.


Mãe...quando
não posso ter tua presença,
Busco-te em pensamentos.
Sei que as vezes não expresso o meu amor por você,


Mas saiba que eu te amei ontem, amo-te hoje.
E vou amar-te por toda a vida.
E ainda assim, se minha alma permitir,
Por  toda a eternidade!






FLÁVIA FREITAS-
CASA DO POETA BRASILEIRO-CASSINO-RIO GRANDE
















MÃE




Mãe pra sempre mãe.

Mãe se pudesse te abraçar,

mãe se pudesse de dar carinho,

mãe te pedir desculpa.


Mãe pra sempre mãe.

Que saudades tenho de ti,

mãe esta falta não morre,

mãe para sempre mãe.



Mãe teu nome é sempre lembrado,

De muitas formas:

na dor, na alegria,

no trabalho,

e quando me chamam de mãe.


Mãe para sempre mãe.

Mãe te amo,

mãe te venero,

mãe razão do meu viver.

Mãe obrigada por me dar à vida?...


Edwiges Oliveira

Casa do Poeta Brasileiro-Cassino-Rio Grande.


 







MÃE - * - ALAÍS MONTEIRO- *




 
Hoje é dia de homenagens

a uma rainha especial

tão emblema de ternura

e tão tesouro de esperança

no pulsar da emoção...

Que num berço de amor

Multiplica gerações

e cultiva a felicidade

pela vida abençoada

do fruto, filho seu.

E como anjo protetor

essa mulher maravilhosa

é intitulada mãe...

Que como rosa delicada

perfuma absoluta

a essência do mundo

E ainda possui

o olhar da cor do céu

e o sorriso das estrelas

para cintilar eternamente

na criação de Deus!

ALAÍS MONTEIRO
RIO GRANDE


 

MÃE ABANDONADA - IRACEMA RODRIGUES KUCHARSKI


No dia das Mães,


quando todas as mães,


estão com seus filhos felizes,


ganhando presentes, abraços,


e muitos beijos.


A mãe abandonada fica só,


calada, sofrendo.


Chora sozinha em silêncio.


Todos os filhos deram os presentes,


antes ou darão depois,


ou até não darão nenhum presente.


Mas neste dia das mães,


elas não ganharam nada.


Nem abraços, nem beijos,


nenhum telefonema, nem presentes de seus filhos amados.


Ela se conforma.


Pois outras mães são esquecidas, para sempre.


Ela só foi esquecida e abandonada no DIA DAS MÃES.


09/05/1999.
DIA DAS MÃES.

IRACEMA RODRIGUES KUCHARSKI
CASA DO POETA BRASILEIRO – CASSINO-RIO GRANDE
GRUPO DE POETAS LIVRES GIRASSOL





LUZ ETERNA – PARA UMA MÃE TRISTE- * LETÍCIA DA ROSA



A dor, não vai passar nunca.


A saudade vai aumentar mais


Teu coração, de mãe, não aceita


Mas a luz, já se vai.






Tiveste a honra e a alegria


De O trazer, até nós


Foste à escolhida e privilegiada


Por nosso bondoso Pai.



Ele veio só para espalhar a luz


Amor, harmonia e paz


Sua missão era grande


Seu tempo, já se desfez.




Ao chorar, sempre lembra


Veio e foi como queria


Cumpriu sua missão


Com amor e alegria


Era pequena estrela, rodeada de muita luz.





LETÍCIA DA ROSA

CASA DO POETA BRASILEIRO CASSINO-RIO GRANDE

 
 

HOMENAGEM AO DIA DAS MÃES




“Mães, sois vós que tendes nas mãos a salvação do mundo.”



L. Tolstoi

MÃE QUERO SER...




Quero ser chamada,

de mãe, amiga e companheira.

Ouvir a música de vossas vozes,

jamais igualadas...

E saber, que no mundo,

nunca estarei só,

Ou que ele será pequeno ou tristonho.

Pois o meu mundo,

será alegre...

Que não trocarei,

nem mesmo, pelo mais lindo sonho.

Porque neste meu mundo,

vós estareis também.

Num mundo de esperança...

ESPERANÇA de quem ama seus filhos,

mas não lhes impõem seus sentimentos...

ESPERANÇA de quem se esforça,

para que seus filhos cresçam,

porém, não querendo,

torná-los iguais a si.

ESPERANÇA de quem quer,

que seus filhos sejam eles mesmos,

seguindo o caminho,

com seus próprios pés.

ESPERANÇA, de quem se considera

FELIZ, REALIZADA e SONHADORA,

pois tem filhos,

filhos maravilhosos,

que não são seus filhos,

são do mundo,

mas sabendo de tudo isto,

se amam demais.



LEINECY PEREIRA DORNELES

Membro da Academia Rio Grandina de Letras
Fundadora e 1ª. Presidente da Casa do Poeta Brasileiro-Cassino-Rio Grande
Membro da Academia de Letras do BRASIL-ALB/RSul.

 




CONVITE- SARAU DO DIA DAS MÃES-MAIO CULTURAL-2010-7a.EDIÇÃO





CONVITE



Os Poetas e Escritores do Rio Grande convidam para o
 SARAU PÓETICO MUSICAL em homenagem ao DIA DAS MÃES.

DIA: 08 de maio de 2010 – Sábado

HORÁRIO: 17 horas.

LOCAL: Shopping Figueiras – Praça da Alimentação.

Esperamos você.

Convide seus amigos e leve sua poesia.

Leinecy Pereira Dorneles
Poetisa e Ativista Cultural



Obrigado Senhor!



Obrigado , Senhor , pela mãe que você me deu ...

... por todas as Mães do mundo

... pelas mães brancas , de pele alvinha ...

... pelas pardas , morenas ou bem pretinhas ...

... pelas ricas e pelas pobrezinhas ...

... pelas mães - titias , pelas mães -vovós , pelas madrastas -mães ,

... pelas professoras - mães ...

... pela mãe que embala ao colo o filho que não é seu ...

... pela saudade querida da mãe que já partiu ...

... pelo amor latente em todas as mulheres , que

desperta ao sentir desabrochar em si uma nova vida ...

... pelo amor , maravilhoso amor que une mães e filhos ...

Eu lhe agradeço , Senhor !



Autor desconhecido